31 de dez de 2007

Roubo do MASP, o retorno

Pois é. O ano terminando. O roubo do MASP saiu das manchetes e vai escorregando para as últimas páginas. Vai ficando pequenininho, pequenininho, até desaparecer. É substituído pelas mortes nas estradas, pela falta de água nas praias, pelo esgoto a céu aberto (notícias de sempre). Mas o que não dá para engolir são as novas declarações. Agora, o “treinamento” dos policiais será realizado com sessões de cinema... O delegado pediu que a equipe responsável pelo inquérito assistisse filmes sobre roubos para ter novas idéias de como investigar o sumiço. Aguardamos indicações da lista de filmes. Colaborem! O oscar, com certeza, irá para o policial de destaque. Como adoro filmes – e já vi vários sobre crimes – estou pensando seriamente em me candidatar a este emprego. Creio estar qualificada. Afinal, nunca sumiu nenhum quadro aqui de casa.

PS: Outro raciocínio impagável: como não há museu 100% seguro, por que investir nisto? Pensando assim, como todos morrem, é melhor parar de investir em saúde e hospitais...