4 de jan de 2008

HOSPITAL NA UTI

Tem uma coisa prá lá de certa: é bom escolher a data e o horário para ficar doente e precisar de uma emergência no Brasil. Virada de plantão? Nem pensar! Final de ano? Bate na madeira e isola. O pior: as queixas pelos atrasos emais atrasos nos horários das consultas. Também: cada paciente (e haja paciência!) é marcado com 15 minutos de intervalo para o outro. E entrar, dizer bom dia, seu "dotô" pegar a receita e sair correndo... E o pior de tudo: do incêndio no Hospital das Clínicas, nem se houve falar mais. O livro sobre os "desmandos" que lá ocorriam? Sim, o Estação Clínicas? Ainda não consegui comprar. Será que a edição se queimou junto com o incêndio no dito cujo? Enquanto isto, as farmácias continuam pagando comissão para os médicos... E o juramento de Hipócrates virou hipocrisia.